Suzana Nunes
A beleza está nos olhos de quem lê.
Capa Textos
Textos

TEMPOS ESTRANHOS

Tempos estranhos
Onde se afastar é amar
Dizer não é proteger
Se privar é cuidar

Tempos estranhos
Onde é preciso pensar antes de tocar
De andar
Pensar pra respirar.

Tempos estranhos
Quando eclodiu no mundo a diferença
E a indiferença.
Onde o antigo normal hoje é o retrato
 Da estupidez
Da insensatez
Da pequenez
De alma
De civilidade
De amor

Tempos estranhos
Estou te evitando hoje
Para poder te encontrar logo mais
Me espera
Eu te espero
E o amanhã será leve, colorido,
Correr outra vez com o vento batendo no rosto
E a gente vai poder se abraçar
De novo.
 
Suzana Nunes
Enviado por Suzana Nunes em 27/06/2020
Alterado em 27/06/2020
Comentários